Entenda Sua Receita De Anúncios Por Temporadas

Entenda Sua Receita De Anúncios Por Temporadas

Você já se perguntou por que o RPM de seus anúncios flutuam ao longo do ano? Pode ser frustrante e também surpreendente passar por essas flutuações como editor.

Em um momento, o RPM da receita de anúncios pode cair e no outro pode subir para o maior RPM de anúncios de todos os tempos.

É o início de setembro e, ao olharmos para o final dos próximos meses, é importante entender quais tendências podemos esperar da sazonalidade para sua receita de anúncios.

A sazonalidade da receita se refere ao impacto dos gastos do anunciante e a receita gerada pelas movimentações dos consumidores na internet e também, as tendências na indústria de anúncios para cada época do ano.

Essa sazonalidade é impulsionada por dois fatores principais: RPMs e tráfego. Esses são fatores interligados que estão vinculados a temporadas ao longo do ano.

Essas temporadas podem estar relacionados a feriados culturais (Páscoa, Natal, Corpus christi), feriados comerciais (Dia dos Namorados, Dia das Mães, Mês das noivas) ou eventos ad hoc, como as Olimpíadas ou anos eleitorais, até mesmo a Black Friday.

A divisão do ano em temporadas

  • Os anunciantes geralmente preveem seus gastos em termos de metas mensais e trimestrais.
  • Cada trimestre representa um conjunto diferente de meses em um ano. É representado da seguinte forma:
    • 1º trimestre: janeiro, fevereiro e março
    • 2º trimestre: abril, maio e junho
    • 3º trimestre: julho, agosto e setembro
    • 4º trimestre: outubro, novembro e dezembro

Como resultado, normalmente vemos gastos menores no início de um mês ou trimestre e maiores no final de um mês ou trimestre.

Os gastos do anunciante também aumentam significativamente para eventos de gastos de dinheiro, como Amazon Prime Day, Volta às aulas, Black Friday, Natal, formaturas e Dia dos Namorados.

Para cada um desses eventos, os editores verão um aumento correspondente no RPM.

Tendências de RPM por temporada

Começando o ano, janeiro é historicamente o mês de RPM mais baixo do ano.

Provavelmente, fevereiro e março registrarão um aumento de receita.

Abril em geral mostra um leve aumento, mas embora seja melhor do que janeiro, abril ainda pode ter RPMs baixos, devido aos orçamentos de final de trimestre, o mesmo com junho.

Janeiro e julho costumam ser os meses mais lentos para ganhos de receita.

Para algumas agências de publicidade, o fim do ano fiscal é junho e, para outras, dezembro. Isso explicaria o aumento dos gastos em junho, na medida em que tentam usar seus orçamentos.

O aumento nos gastos de dezembro não são apenas por causa do fim do ano fiscal, mas porque dezembro é o mês do ano mais relacionado a compras. Por causa disso, janeiro e julho tendem a ser os dois meses de receita mais baixa para os editores.

Veja no gráfico as temporadas e suas tendências para o RPM em uma base mensal.

Ad revenue

Tendências Do Primeiro Trimestre

Meses: janeiro, fevereiro e março

O primeiro trimestre é um dos meses mais baixos em gastos com anúncios. Isso se dá devido aos altos gastos com anúncios no quarto trimestre do ano anterior e devido à diminuição do tráfego, bem como à diminuição dos gastos do consumidor.

Alguns anunciantes começam cada ano, ou primeiro trimestre, com uma barreira nos gastos. Isso pode significar novas marcas para promover, novas campanhas ou novos produtos.

No final de janeiro, você verá um pouco de elevação devido à aproximação do carnaval. Seguimos até bem com volta às aulas e o carnaval em fevereiro, então você pode esperar um leve aumento de RPM durante esses meses, mas não muito considerável.

Mais uma vez, para reiterar, os eventos sazonais podem levar ao aumento do desempenho do conteúdo e do interesse de pesquisa, o que pode aumentar o tráfego, mas o que mais influencia e controla as tendências de RPM são ações dos anunciantes.

Tendências Do Segundo Trimestre

Meses: abril, maio e junho

De abril a junho pode variar de mês para mês. Temos a páscoa em abril, que é um feriado mais parado e sem muitas vendas.

Mas temos o Dia das Mães em maio, que gera um buzz de vendas no final abril, o que é muito bom dependendo do seu nicho.

Junho também costuma ser um bom mês, já que o ano financeiro de muitos anunciantes ou agências de publicidade termina no segundo trimestre. Eles geralmente tentam gastar todos os seus orçamentos e tudo o que resta é gasto durante o mês de junho.

É por isso que os editores costumam ter um ótimo segundo trimestre em termos de RPMs de anúncios, principalmente no final de junho.

A queda pode ser forte para muitos criadores de conteúdo e encontrar oportunidades de conteúdo que correspondam às tendências de pesquisa desse trimestre, como férias, mês das mães, tendências de moda praia, que podem compensar o tráfego lento.

Tendências Do Terceiro Trimestre

Meses: julho, agosto e setembro

No terceiro trimestre os orçamentos dos anunciantes são ajustados novamente, já que algumas agências de publicidade, conforme mencionado no segundo trimestre, precisam se planejar para o resto do ano.

Os editores podem experimentar uma diminuição ou queda de receita durante o início do terceiro trimestre.

A queda é contínua em julho, mas ganha força à medida que avançamos para agosto e setembro. Temos o dia dos pais em agosto e a volta às aulas.

O mês de setembro aumenta bastante a receita, pois os anunciantes estão se preparando para os feriados do quarto trimestre.

Tendências Do Quarto Trimestre

Meses: outubro, novembro e dezembro

Neste trimestre, os anunciantes tendem a aumentar os orçamentos para gastar mais, acompanhando os gastos do consumidor e de fatores sazonais.

Eles querem que seus orçamentos de publicidade tenham o impacto mais significativo. Este é o momento certo para monetizar. Publique mais conteúdo, atualize os melhores desempenhos do ano passado e deixe a receita de anúncios disparar!

De outubro a dezembro, você pode esperar um salto significativo nos RPMs, já que os gastos com anúncios estão em seu nível mais alto devido a todos os eventos relacionados a compras, um aumento no tráfego de pesquisa e gastos no final do ano.

Como responder às tendências de cada temporada

Seja estratégico

Em meses mais lentos, como janeiro, é um ótimo momento para fazer quaisquer alterações técnicas em seu site, que você adiou no quarto trimestre.

Normalmente não é recomendado fazer grandes ajustes em seu site (ou seja, redesenho, migração, mudanças massivas de layout) durante os meses de maior tráfego.

Este é provavelmente o momento em que você precisa diminuir ou remover agressivamente os CPMs mínimos e as regras de preço. Comece a diminuir em 50% (por exemplo, $ 1,00 CPM mínimo reduzido para $ 0,50 CPM).

Observe como isso afeta o RPM da página, a taxa de preenchimento ou cobertura e a porcentagem de impressões não preenchidas.

É hora de encontrar novos anunciantes com um preço mais baixo e testar os novos tamanhos de anúncios no site. Ao adicionar tamanhos, opte por aqueles que pagam mais, dependendo do espaço onde o bloco de anúncios é implantado.

Obtendo o melhor do seu nicho

Muito do que foi mencionado antes, com os diferentes feriados e eventos, pressupõe que o seu blog pode até mesmo cobrir algum desses tópicos. Dependendo do seu nicho, você pode ter que ser mais criativo e incluir conteúdo mais específico para cada temporada no fluxo editorial.

Nós te encorajamos a tentar se adaptar, já que o interesse online em torno desses tópicos dispara a cada evento. Haverá um milhão de ‘o melhor presente para sua mãe’ por aí, encontre uma maneira de torná-los mais específicos e únicos.

Por exemplo: como ‘presentes para mães que amam acampar’ ou ‘presentes para namorados que amam videogame’. As palavras-chave de cauda longa podem render muito.

Tendências de tráfego, desempenho e conteúdo

Certifique-se de observar seu tráfego para ver o que teve um bom desempenho no ano passado durante essas temporadas.

Se você puder atualizar uma parte do conteúdo do ano anterior, terá mais tempo para criar novos conteúdos e ainda valorizar o conteúdo escrito no ano passado.

É importante que você entenda as tendências nos gastos com anúncios em cada mês. Dessa forma, você não será pego de surpresa quando os números de janeiro ou julho estiverem baixos e você também saberá como se preparar para aproveitar os períodos de altos gastos dos anunciantes.

Como editor, você deve estar pensando na temporada de festas agora. Afinal, o quarto trimestre é o período mais movimentado de cada ano e a maioria das vendas de comércio eletrônico e varejo acontecem na Black Friday e no Natal.

O Covid-19 acelerou muito os consumidores online e tendências de publicidade, incluindo compras de fim de ano. A competição entre os anunciantes tornou-se mais acirrada e os gastos com publicidade devem aumentar substancialmente, já que os consumidores estão evitando visitas a lojas físicas e preferindo compras online.

Para garantir a melhor receita de anúncios possível durante todo o ano – não importa qual seja a temporada – deixe um especialista em otimização de anúncios te ajudar a gerenciar seu inventário de anúncios e estabelecer as regras de preço.

Clique aqui e envie seu site para uma avaliação na MonetizeMore!

Kean Graham

CEO and Founder at MonetizeMore

Kean is the resident expert in Ad Optimization covering areas like AdSense Optimization, DFP Management, and third-party ad network partnerships. Kean believes in the supremacy of direct publisher deals and holistic optimization as keys to effective and consistent ad revenue increases.

Get our latest ad optimization tips delivered to your inbox

Fill out my online form.

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *