Nova Versão Do Google Chrome Para Bloquear Anúncios Pesados

Nova Versão Do Google Chrome Para Bloquear Anúncios Pesados

O Google sempre focou em fornecer aos usuários uma experiência rápida, responsiva e boa por meio do navegador Chrome. Eles anunciaram recentemente que o Chrome começará a bloquear anúncios com muitos recursos, que podem esgotar os dados de rede dos usuários a partir de agosto de 2020.

Exemplos de anúncios que são conhecidos por consumir muitos dados incluem crypto mining ads, vídeo dentro do banner e anúncios mal programados e não otimizados. Vamos dar uma olhada em como esse processo funciona e o que os publishers devem fazer.

Como Vai Funcionar

O Chrome limitará os recursos que um anúncio pode usar antes que um usuário interaja com ele. Se um anúncio atingir o limite de recursos, uma página de erro será exibida dentro do quadro do anúncio. O usuário também será informado de que o anúncio usou “muitos recursos”.

Abaixo, você verá um exemplo de anúncio que usou “muitos recursos” e não foi exibido corretamente.

ad error

Fonte: https://blog.chromium.org/2020/05/resource-heavy-ads-in-chrome.html

O Google fez uma extensa pesquisa de dados para criar limites de recursos de anúncios. Eles criaram os seguintes limites de dados:

  • Dados de rede de 4 MB ou
  • 15 segundos de uso da CPU em qualquer período de 30 segundos ou
  • 60 segundos de uso total da CPU.

Segundo os dados de pesquisa do Google, apenas 0,3% dos anúncios excedem esses limites, mas representam 27% dos dados de rede usados.

O Que Os Publishers Devem Fazer

A exibição de anúncios que seguem os Melhores padrões de anúncios é tão crucial como sempre. Os publishers devem sempre considerar a experiência do usuário e não tentar ganhar dinheiro com anúncios intrusivos.

Não respeitar o usuário com esse tipo de experiência com anúncios levará a taxas de rejeição mais altas, menos tráfego de retorno e um aumento nas taxas de bloqueio de anúncios.

Se você estiver exibindo anúncios com muitos recursos, como os mencionados acima (mineração de criptografia, vídeo dentro do banner), fique atento ao desempenho, preste atenção às discrepâncias e considere substituir esses formatos de anúncios.

Conclusão

Precisa de ajuda para exibir anúncios otimizados e de carregamento rápido, que os usuários não consideram invasivos ou abusivos? Nossa equipe de operação de anúncios e Ad Tech, podem ajudar você a otimizar seus anúncios para obter receita máxima com anúncios, sem sacrificar a experiência do usuário. Inscreva-se para monetizar mais, hoje!

Kean Graham

CEO and Founder at MonetizeMore

Kean is the resident expert in Ad Optimization covering areas like AdSense Optimization, DFP Management, and third-party ad network partnerships. Kean believes in the supremacy of direct publisher deals and holistic optimization as keys to effective and consistent ad revenue increases.

Get our latest ad optimization tips delivered to your inbox

2 COMMENTS

  1. Kyle Finazzo

    Well, filling a site with lots of ads, in my opinion, is never a good thing to do. The purpose of a site should not be profit at all costs, but the user, and the speed of the site for Google, must be respected. Luckily I have disabled most of the ads. Excellent article as always.

    Reply
    • MonetizeMore

      We totally agree; flooding the site with as many ads as physically possible is not the best way to go about it. User experience and engagement with the audience is valuable to an advertiser, and if the site is overrun with ads then users will either resort to ad blocking software or just not return. In the long run this is not sustainable.

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *