Por que o CPM nos Estados Unidos é mais alto que no Brasil?

Monetização de Sites e Apps
setembro 17, 2023 | by Ignacio Hernández
CPM

Descubra que fatores influenciam as variações do CPM nos Estados Unidos e no Brasil e por que é importante conhecê-los.

É de conhecimento geral na indústria publicitária que editores estão sempre em busca de monetizar seus sites da melhor e mais rápida forma possível.

No entanto, o CPM pago em países como o Brasil se comparado ao dos Estados Unidos, por exemplo, pode dificultar esse sonho.

Mas o que é CPM? Por que o CPM nos EUA é mais alto que no Brasil?

Saber dessas informações ajudará você a entender melhor o mercado e que investimentos devem ser feitos para melhorar o desempenho e os ingressos do seu site.

CPM: o que é?

Segundo a IAB (Interactive Advertising Bureau), CPM é:

Custo por Mil: unidade básica utilizada como referência para calcular quanto relativamente custa uma campanha ou peça publicitária em um site, aplicativo ou qualquer outro meio online onde uma quantia de visualizações de um anúncio é considerada. Ou seja, é a medida padrão na compra de mídia e, como diz seu nome, avalia o custo por 1.000 (mil) impressões.

O cálculo é feito a partir da divisão dos custos por impressões obtidas e multiplica-se por mil (CPM = custo/impressões x 1000)

EXEMPLO = R$ 4.000,00/3.120.290 x 1000

CPM = R$ 1,28

Também é importante saber que as taxas do CPM mudam diariamente e de um site para outro e existem fatores (nem sempre tão claros) que influenciam essa variação.

O que influencia no valor do CPM nos Estados Unidos e no Brasil?

Existem alguns fatores determinantes no valor final do CPM. É importante conhecê-los para assim poder prevê-lo e melhorá-lo. Alguns deles são:

Regulamentação de anúncios

Em uma indústria publicitária mais aquecida, as regulamentações de anúncios tendem a ser mais padronizadas, enquanto mercados com pouca competitividade oferecem menos restrições e mais possibilidades, principalmente aos editores.

Investimentos em Marketing Digital

Nos países em que a indústria do marketing digital é mais desenvolvida, obviamente os investimentos na área são maiores. Isso gera um lucro ascendente para as empresas, possibilitando que o processo de venda e compra de anúncios continue avançando já que se paga cada vez mais para ter espaço publicitário.

Poder de Compra

Quanto maior o poder de compra dos consumidores de um produto, mais vendas serão feitas, maior será a receita dos anunciantes e mais poderão investir na compra de espaços de anúncios.

Localização geográfica

De uma forma geral, países nativos de língua inglesa tendem a pagar as maiores taxas de CPM, portanto não é à toa que os EUA são líderes na área publicitária.

Cookies

Já sabemos que anunciantes inteligentes seguem e utilizam os “farelos” dos cookies deixados por usuários ao navegarem pela internet para melhor atendê-los com anúncios mais direcionados.

Ter acesso a essas informações gera mais confiança nos anunciantes, que irão apostar mais para expor seus anúncios, consequentemente aumentando os CPMs dos websites escolhidos.

Fontes de Tráfego

Apesar de mercados mais ricos terem uma variedade maior de fontes de tráfego, os preços acabam sendo mais altos devido à saturação da área.

Enquanto mercados menos competitivos acabam tendo um volume de tráfego enlouquecedor, mesmo a rentabilidade sendo expressivamente menor.

Outros elementos como o uso de desktop ou celulares, ter ou não ter nicho específico no seu website, ter um website de alta qualidade, formato de anúncios, viewability, CTR (Click Through Rate) forte ou fraco, impacto sazonal, entre muitos outros que poderiam ser citados, também influenciam o seu CPM.

Então, por que tanta diferença entre o CPM nos Estados Unidos e no Brasil?

Quando falamos da indústria de marketing, Estados Unidos e Brasil sempre estiveram em níveis extremamente diferentes.

Enquanto o mercado americano é bastante experiente e competitivo, o brasileiro ainda está engatinhando e não tem capacidade para pagar valores per capita tão altos.

Além disso, anunciantes não irão investir o mesmo valor em mercados tão discrepantes. Isso significa que:

  • Editores no Brasil sofrem mais para monetizar suas mídias que aqueles nos EUA e terão de se esforçar bastante para chegar no mesmo patamar de conversões e ganhos;
  • Muitos anunciantes não arriscarão tanto para vender o mesmo produto que já traz retorno muito mais significativo e rápido em outros locais.

Mas será que tudo está perdido para o Brasil?

Claro que não! Temos apenas que compreender que o ecossistema do marketing digital ainda é bastante dinâmico e que, em países com conhecimentos e investimentos mais recentes nessa indústria, ele é também bastante frágil.

No entanto, nosso mercado na área está indiscutivelmente em expansão, com grande potencial para alcançar níveis cada vez mais altos de excelência.

E nós estamos aqui para ajudar você a monetizar ainda mais, mesmo em um mercado com o CPM mais baixo!

Quer aprender a monetizar da forma correta e aumentar muito a sua receita? Quer expandir e tornar seu website atrativo aos anunciantes? Entenda como o PubGuru pode ajudar a aumentar a monetização do seu site!

Recommended Reading

google-io-2024- AI Overviews
Definições da indústria de AdTech
maio 17, 2024

Novidades na Busca do Google com o AI Overviews

Read More
what-are-chaser-ads
Formatos de anúncios
maio 9, 2024

Chaser Ads: o que são e como podem quase dobrar seus ganhos?

Read More
ad refresh
AdSense
maio 3, 2024

Ad Refresh: o que é e por que você deve usá-lo em 2024?

Read More

Trusted by 1,500+ publishers worldwide

10X your ad revenue with our award-winning solutions.

Let's Talk

Fechar

Ready to 10X your ad revenue with the #1 ad management partner?

Start Now